jusbrasil.com.br
3 de Abril de 2020

Estágio em Órgão Público x Estágio Supervisionado no Núcleo de Prática Jurídica

qual dessas opções você escolheria? Aqui vou deixar minha experiência durante a faculdade.

Ingrid Nunes, Estudante de Direito
Publicado por Ingrid Nunes
há 3 meses

Oi pessoal, tudo bem? antes de começar esse artigo, quero aproveitar que estamos no dia 4 (quatro) de Janeiro de 2020, e desejar um feliz ano novo, que todos consigam cumprir suas metas e sonhos nesse ano.

O tema do artigo, como mostra a foto, é estágio supervisionado durante a faculdade, estou no décimo semestre do curso de direito, e sempre percebo na faculdade, ou nos grupos de whatsApp do curso jurídico, que muitos estudantes tem dúvida, sobre qual opção de estágio seria melhor, se no órgão público ou aprender também com o estágio supervisionado da faculdade.

O conceito de estágio é para que o estudante, tenha o aprendizado e competência próprias da carreira profissional que ele escolheu, no meu caso, desde que comecei o curso de Direito, sempre quis fazer estágio, e não esperar no 8º (oitavo) semestre para começar no estágio da faculdade.

Então no 2º (segundo) semestre, fiz inscrição no site do Ciee para ficar por dentro de vagas disponíveis de estágio em escritórios de advocacia, ou seleção para órgãos públicos, cheguei a fazer uma entrevista em um escritório, mas não passei, mas isso não me desanimou e continuei procurando a chance de fazer o estágio.

Então fiquei sabendo de uma seleção para estágio no Tribunal de Justiça da minha cidade, estudei o edital e realizei a prova, e depois de alguns meses fui chamada para estagiar.

A vantagem de um estágio em um Órgão Público é que a maioria deles são remunerados, no valor mínimo de 700$ mais vale-transporte. e também você conhece outros funcionários e estagiários e advogados que estão ali realizando suas atividades. e também conhece como é o andamento processual, eu realizava carta de intimação e citação, o ponto negativo eu diria que você não faz mais do que isso que está ali pra fazer, por ex: eu só fazia os AR, não acompanhava audiência, não falava com as partes, diria que é monótono e repetitivo o estágio em órgão público, nem tudo é perfeito né.

Fiquei seis meses estagiando no Tribunal e resolvi sair, pois no próximo semestre começaria o estágio da faculdade e resolvi me abrir para essa oportunidade, o estágio na faculdade é como uma defensoria pública ou advocacia pro bono, onde você não recebe para prestar auxílio jurídico.

Você realiza o estágio simplesmente pela vontade de aprender a prática de sua profissão, pois sabe que não receberá uma contraprestação pelos serviços prestados, a contraprestação que você ganha não é em dinheiro, mas sim um agradecimento sincero da parte que você ajudou

Mas vale muito a pena, pois aprendi como fazer uma procuração, um substabelecimento, como pedir assistência jurídica gratuita, trabalhei em procedimento da lei de drogas, acompanhei algumas audiências, e meu professor pedia para gente assistir audiência em todos os semestres do estágio, então o leque de conhecimento que tive no Núcleo de Prática Jurídica da Faculdade foi bem maior e mais explorado para o meu conhecimento.

Espero que tenha contribuído de alguma forma com esse texto, contando minha experiência ♥

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)